terça-feira, 31 de maio de 2011

O Mercador de Ilusões

O Mercador de Sonhos seu produto apregoa,
Esperanças e Anseios que adoçam a vida.
Tentando conter o Tempo que voa,
levando em seu bojo as batalhas perdidas.

Ilusões e Miragens a todos espalha.
Pra que assim possamos a vida suportar.
Pois sem Sonhos na Vida não há nada que valha.
Pois tudo que nos cabe é apenas sonhar.

O Mercador de Sonhos bem alto anuncia:
Seu desejo é uma ordem basta vir pegar.
Vindo a mim sua vida não será mais vazia,
se o meu preço tiveres disposto a pagar.

Se bem alto é o preço, o prêmio é glorioso.
Custa choro e lágrima, fadiga e dor.
Só aos fortes que cabe ser vitorioso,
Pedras há no caminho de quem é vencedor.

Não te trago o fruto, e sim a semente.
Tu mesmo terás que fazê-lo crescer
Não queira imaginar toda a dor que sente
aquele .que deixa seus sonhos morrer.





3 comentários:

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

Olá Maycon!

Se perdemos a capacidade de sonhar a nossa vida também perde o brilho das novas descobertas e a dor dos dias se torna insuportável.

Um grande abraço!

Fragmentos

guímel disse...

Querido Arcanjo!

Jamais deveremos sair dos Sonhos...
Sem eles nada poderá materializar-se, pois o combustível dele é a imaginação!
Quanto a semente? Essa sim, precisa de cultivo para os frutos sadios. Vc terá essa colheita...

Beijos adubados com carinho.

Arcanjo disse...

Wilson valeu a visita, bem vindo ao meu mundo mano passei pelo seu blog e gostei do que vi, voltarei outras vezes.

Guímel sua presença aqui sempre ilumina minha estrada, minha linda estrela de luz Lilás, adoro você...

Minha foto
Sou o que sou. Sou incoerente por vezes, sou sonhador sempre, temo o desconhecido sem contudo deixar de arriscar, tenho planos e projetos, construí e e ví cair em minha frente castelos. Como un anjo voei ao céu mas longínquo, e como um cometa caí. A queda de machucou, contudo me fez mais forte. Sou falho e impreciso. Simplesmente indefinível, enfim sou apenas humano.